JVC
João Vianei Carozzi
Presidente Prudente - São Paulo
 Boa noite !!!
Domingo, 17 de dezembro de 2017.



 LOGIN:
 SENHA:



SAMPA ONLINE




Lauryn Hill Cuba Feliz - Lagrimas Negras Ze Ramalho - Canta Bob Dylan Song Around the World Marvin Gaye - Sexual Healing
Luan Santana e Marília Mendonça - Fantasma Mariana Fagundes – É Só Me Chamar part Naiara Azevedo Marília Mendonça - Eu sei de cor Marília Mendonça - Infiel Marília Mendonça - Alô Porteiro



Santástico! o Show da Vila
Aniversariantes
do Mês

Facebook
Instagram
Rádio.NET ao Vivo
Tradutor ONLINE
Brasil OnLine
Conjugador de verbos da língua portuguesa




Leonard Cohen - Steer Your Way





Rag'n'Bone Man - Human





Zé Ramalho - Mote das amplidões





Nina Hagen - New York New York





B B King - The Thrill Is Gone (Live at Montreux 1993)





Al Green - How Can You Mend A Broken Heart





Como deveríamos viver

Domine a língua. Diga sempre menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave. O modo de falar impressiona muito mais do que a fala.
Pense antes de fazer uma promessa e depois não a quebre, nem dê importância ao quanto lhe custa cumpri-la.
Nunca deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma pessoa ou a respeito dela.
Tenha interesse nos outros, em suas ocupações, seu bem-estar, seus lares e famílias. Seja alegre com os que riem e lamente com os que choram.
Seja alegre. Conserve para cima os cantos da boca. Esconda as suas dores, seus desapontamentos e inquietações sob um sorriso. Ria de histórias boas e aprenda a contá-las.
Conserve a mente aberta para todas as questões da discussão. Investigue, mas não argumente. É próprio das grandes mentalidades discordar e ainda conservar a amizade do seu oponente.
Deixa as suas virtudes falarem por si mesmo e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Condene os murmúrios. Faça uma regra de falar coisas boas aos outros.
Tenha cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e críticas não valem à pena e frequentemente magoam quando menos se espera.
Não faça caso das observações más a seu respeito. Viva de modo que ninguém acredite nelas.
Não seja excessivamente zeloso dos seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve seu temperamento calmo, esqueça de si mesmo e receberá a sua recompensa.






Profissionais em TI: Microsoft Office 2007

Política de Segurança Microsoft Tecnologia Wi-Fi Calendário
Receitas Por dentro da tecnologia webcast De volta para o passado!
Previsão do tempo Literatura brasileira Cinema Brasileiro
Como fazer bom churrasco
Forro em vinil

Televisão Brasileira

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53:5

Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.
Gálatas 6:14

Não retires de mim, SENHOR, as tuas misericórdias; guardem-me continuamente a tua benignidade e a tua verdade.
Salmos 40:11

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
2 Timóteo 2:15

Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.
Isaías 53:8

Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;
1 Pedro 3:18


Porquanto, qualquer que, entre esta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai, com os santos anjos.
Marcos 8:38


Últimas notícias direto da redação do Estadão
 

Literatura Brasileira

Padre Anchieta - Representa a fase inicial da Literatura brasileira, pois ocorreu no começo da colonização. Representante da Literatura Jesuíta ou de Catequese, destaca-se Padre José de Anchieta com seus poemas, autos, sermões cartas e hinos. O objetivo principal deste padre jesuíta, com sua produção literária, era catequizar os índios brasileiros.

Saiba mais...

******


Espaço "Belchior"
Antônio Carlos Gomes Moreira Belchior Fontenelle Fernandes, conhecido simplesmente como Belchior (Sobral, 26 de outubro de 1946 – Santa Cruz do Sul, 30 de abril de 2017), filho de Dolores Gomes Fontenelle Fernandes e Otávio Belchior Fernandes, foi um cantor e compositor brasileiro. Um dos membros do chamado Pessoal do Ceará, que inclui Fagner, Ednardo, Rodger, e outros, Belchior foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste brasileiro a fazer sucesso nacional, em meados da década de 1970.

Belchior morreu em 30 de abril de 2017, aos 70 anos, na cidade de Santa Cruz do Sul. A causa da morte foi rompimento da aorta, a principal artéria do corpo humano.


******

Pequeno mapa do tempo
Tudo outra vez Paralelas
Coração Selvagem Conheço meu lugar

Espaço "Patativa do Assaré"
Antônio Gonçalves da Silva, mais conhecido como Patativa do Assaré
(Nasceu em Assaré, Ceará, em 5 de março de 1909 e faleceu em 8 de julho de 2002)
Foi um poeta popular, compositor, cantor e improvisador brasileiro.


******

Sinopse
O príncipe agreste da poesia ABC do Nordeste Flagelado
Dois Quadros O Burro
Aos Poetas Clássicos O Peixe
O Vaqueiro O Sabiá e o Gavião

Espaço "Zé Ramalho"
Ela pode estar lhe procurando em Marte ou em Saturno e não sabe que você está aqui na Terra.
Portanto, quero ir para Vênus ou mesmo quem sabe, me plantar e enraizar meus pés no Brejo-do-Cruz, lugar cercado de luz.

(Zé Ramalho)

******

Sinopse
Sinônimos Chão de Giz
Beira do Mar Beira do Mar Cap II
Beira do Mar Cap Final Garoto de Aluguel
Amálgama Eternas Ondas

Espaço "Millor Fernandes"
Tá bem, querida, eu não te paquero mais na vida porque paquera que era sublime
Quando você nem dava agora é crime é assédio, que palavra! Mas se teu pai não paquerasse a tua mãe,
Você não ia, hoje, se queixar de minha paquera
porque, olha aqui, você nem era!
(Millôr Fernandes)

******
Retrato Canção Arrítmica
Gourmet Nacional Tempos (metereológicos) idos e vividos
Perguntas e Respostas Poemão do Chico Faminto na hora da Fome Zero
Soneto Predestinação

Espaço "Álvares de Azevedo"
Bebamos! nem um canto de saudade!
Morrem na embriaguez da vida as dores!
Que importam sonhos, ilusões desfeitas?
Fenecem como as flores!

(José Bonifácio)

******

Sinopse
Meu Sonho Na Minha Terra
O Lenço Dela Pálida inocência
Se eu morresse amanhã É ela! É ela! É ela! É ela!
No mar Lembrança de Morrer


Caindo na rede!

Os jovens criaram o hábito de fazer tudo pela internet: conversar com os amigos, baixar músicas, imagens, games, fazer compras, e até conseguir um emprego.
Uma conseqüência natural disso é que essa geração passe a procurar também um relacionamento pela web. A comodidade de conhecer pessoas sem precisar sair de casa, o poder de deletar alguém que não está agradando e não correr o risco de um fora cara a cara são alguns dos atrativos da rede. Ela surge como uma alternativa para os mais tímidos, que podem assumir um personagem e paquerar à vontade, sem medo da exposição ou da rejeição direta. Muitas vezes classificada como impessoal, a internet, na verdade, funciona como um filtro. Tanto nos chats quanto nos sites de namoro, é possível selecionar o tipo de pessoa com quem se quer teclar: por idade, região, interesses em comum. Ao encontrar alguém com quem tenha afinidade, a tendência do internauta é sair da sala de bate-papo e continuar a conversa pelo messenger.


Romantismo

Mas como é possível se apaixonar por alguém sem nunca tê-lo visto pessoalmente? Carência e solidão são os principais motivos e favorecem a idealização do outro. "A amizade que antecede o namoro pode tornar o envolvimento muito maior", afirma o psicólogo Gustavo Fernandes, especialista em terapia adolescente. Apesar da frieza do computador, os namoros online são cheios de romantismo. Sem o contato físico, a necessidade afetiva do casal é suprida pela troca de mensagens apaixonadas, fotos e cartões virtuais
Engana-se quem acha que esses relacionamentos à distância não têm como dar certo. Tatiane Barreto, 20 anos, namora virtualmente há um ano e sete meses. Conheceu Tiago Rodrigues no bate-papo do UOL e trocaram muitas mensagens antes de começarem a se falar por telefone. Apesar de nunca terem se visto pessoalmente e nem saber quando isso vai acontecer - ela mora em Salvador e ele em São Paulo, Tatiane está apaixonada e é fiel: "Depois que comecei a namorar, passo mais tempo em casa. E Tiago, que era super baladeiro, também. A mãe dele apóia nosso namoro e me conta tudo o que ele faz, se sai, se chega tarde." Os dois conhecem quase toda a família um do outro, por telefone, é claro.


Nem tudo são flôres

Os namoros virtuais podem levar a um individualismo exagerado. Uma vez distante, as pessoas não desenvolvem sentimentos como a tolerância e o companheirismo. Pelo computador, elas podem sumir da vida umas das outras sem deixar vestígios, simplesmente apertando o botão delete.
Se por um lado o anonimato inicial da internet é vantajoso, por outro é um risco. A possibilidade de mascarar seus defeitos com nicknames como "gato sarado" ou "gatinha manhosa" é a mesma que um criminoso tem de se esconder atrás da tela do micro. São cada vez mais freqüentes os casos de pedofilia ou golpes que começam na rede. Por isso, antes de se comprometer, pense em sua segurança para evitar problemas ou decepções no futuro.

Fonte: MSN



Nossas vidas depois da Internet

A internet que nos favorece, também é aquela que nos aprisiona. Se por um lado o avanço tecnológico trouxe uma melhoria na qualidade de vida, por outro lado gerou vício e dependência desenfreada para a vida moderna.

Com a internet temos acesso aos jornais do mundo inteiro, conversamos com pessoas geograficamente distantes, temos controle do conteúdo informativo que nossos filhos observam. Seria impossível pensar nessas situações anos atrás. A vida se tornou mais fácil: donas de casa fazem compras sem sair de casa, investidores compram ações com a rapidez de um clique e temos acesso por sites de busca a assuntos específicos em questão de segundos. Antigamente seria necessário uma tarde na biblioteca para se chegar à metade da informação que recebemos em minutos.

A vida contemporânea exige isso. Tudo é instantâneo, urgente. Desenvolvemos ferramentas que comportem o nosso estilo de vida atual. Uma dessas ferramentas, por que não dizer, a internet.

Porém, ao mesmo tempo em que enaltecemos o poder da vida online também ficamos condicionados a ela. Não passamos um dia sem checar nossos e-mails e utilizamos sistemas de conversas eletrônicas para cumprimentar colegas que sentam ao nosso lado no trabalho, por exemplo. A rapidez da internet também trouxe stress e problemas. A necessidade de novidade constante é doentia. O que é novo fica velho antes mesmo de acontecer. O ritmo de vida intenso trouxe problemas físicos e psicológicos para o ser humano, que precisa se superar a cada instante, seja na vida pessoal ou no trabalho.

É preciso analisar os prós e os contras da situação com cuidado. Aproveitar o que a internet trouxe de benefícios, mas sem perder o lado humano, o sentido existencial que permanece em nós. É importante ter um convívio social positivo e manter laços de afetividade para uma vida mais satisfatória. Não podemos restringir a vida moderna e a internet ao lado mecânico da vida.

O ideal é harmonizar condições. Saber utilizar a internet como veículo de informação, aproveitar os benefícios que ela gera e dosar com noções básicas de convivência para uma vida social mais satisfatória.


topo da página  

JVC - João Vianei Carozzi
Copyright - Todos os direitos reservados
© 2006 - 2017